top of page
  • Foto do escritorRedação JM

65 anos de conquistas, derrotas, vitórias, experiências e o futuro podemos planejar com incertezas!

Saudamos a todos que contribuíram de uma forma ou outra para o desenvolvimento de Santa Bárbara do Sul. São mais de meio século que ficam na história. Não sabemos se as próximas gerações com as novas tecnologias, terão o que lembrar e contar aos seus filhos como se criou Santa Bárbara do Sul.

Felizmente, o JM está registrando os anos, caso contrário, também seriam esquecidos. Do início da história, algum marco já não existe mais, pouco por causa da ganância e outros por descaso. Sim, porque o ser humano não vive para sempre. É apenas uma passagem que permanece na história. Se for registrada e bem arquivada as futuras gerações ainda terão chance de saber de onde vieram. Onde estão. O que estão fazendo para preservar a história. Para onde estão indo sem esquecer a história, a essência e tua existência.

Amigos assinantes, leitores e parceiros do Jornal Minuano, ressalto que não fizemos parte do início deste município, mas procuramos sempre buscar o passado, escrever e arquivar a história, para que no futuro as pessoas possam lembrar quem foram. Quem são. De onde vieram. Para onde vão e quem serão, se não tiver bagagem de história para contar aos seus futuros descendentes.

Nós, da direção do Jornal Minuano, que fará 44 anos, desejamos sucesso aos cidadãos que iniciaram esta história, os que continuam fazendo sua parte e também àqueles que contribuem para o desenvolvimento. Queremos que continuem nos apoiando, incentivando seus filhos e netos com a leitura no papel, em especial ao JM que todos os anos doa seu arquivo ao Museu Municipal. Se todas as pessoas continuarem assinando e valorizando este semanário, certamente a história não morrerá, as gerações futuras saberão dos acontecimentos da comunidade. Certamente ninguém deseja que a história deste município seja extinta.

O Jornal Minuano prossegue sua caminhada até quando não sabemos, mas entendemos que dependemos um do outro para mantermos a sobrevivência.

Se as comunidades de Santa Bárbara do Sul e Saldanha Marinho continuarem assinando o Jornal Minuano, teremos a certeza que as histórias destes municípios serão escritas e arquivadas para a memória das gerações futuras, desde que pais e avós prossigam influenciando seus descendentes.

Parabéns Santa Bárbara do Sul, neste 31 de janeiro. Parabéns aos que vivem do cultivo e sustento deste chão!   






  

Kommentare


bottom of page