top of page
  • Redação JM

2023!

Que bom que você chegou! A espera acabou! Já podemos dar boas-vindas para o ano novo e colocar em prática todo plano de fazer deste o melhor de todos! A felicidade nos espera e temos um ano inteiro novinho para alcançarmos nossos objetivos!

2023 vai ser incrível! Que seja de amor, luz, união, abra novos caminhos, sucesso, paz e progresso. Que todos consigam realizar seu sonho e ser feliz. Todos nós temos um sonho para o ano novo e não vejo a hora de correr atrás do meu. Espero que a mente das pessoas esteja aberta, voltada para o bem comum de sua comunidade, onde já está provado que a sobrevivência de um está ligada ao sucesso do outro. Ou seja, um deve alimentar o outro para ser feliz e realizado.

O último ano não foi fácil. É por isso que estou feliz em poder receber este ano novo com tanta alegria! Aconteça o que acontecer, vou começar o ano com o coração repleto de esperança e ânimo para fazer deste o melhor da vida.

Agradeço a Deus pelo trabalho e gratidão pelas conquistas. Agradeço a Deus pelo que conquistei até agora, mas peço a Ele para me dar sabedoria para conseguir muito mais amigos, clientes e amizades. Certamente não será fácil porque a vida profissional também é feita de muitos obstáculos e vários desafios, mas quero encarar tudo com otimismo, ter a atitude certa para terminar o dia com um sorriso e sentimento de dever cumprido.

Muito oportuno o discurso brilhante e emocionante do presidente do Legislativo santa-barbarense de 2023, Paulo Sérgio Gonçalves (Pika). Parabéns!

Também tivemos a posse do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite. O político começou a fala relembrando sua última posse e criticando a antiga Presidência da República, que foi assumida por Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no domingo (1º).

“Pela coragem e ousadia de muitos que estão aqui, colaboradores fundamentais para esse projeto, nós voltamos a poder imaginar um horizonte promissor para o Rio Grande do Sul, por conta das possibilidades abertas por um projeto e uma agenda muito claros”, disse.

O governador ainda pontuou que o grupo conseguiu “mostrar que é possível, sim, construir um novo Rio Grande do Sul com diálogo, conciliação e tolerância”.Mostramos que é possível fazer política com firmeza e convicção, sem negociatas, sem confrontos e ataques, sem agredir adversários ou quem discorda do ponto de vista. Praticamos uma política que não aposta em rupturas ou traumas. Acolhemos civilizadamente a divergência. Vamos alinhar o Rio Grande do Sul ao que buscam os jovens, os novos talentos: um estado vibrante, que estimula a criatividade, que acolhe a diversidade e fomenta novas tecnologias do empreendedorismo. Essas são as prioridades que serão perseguidas em um cenário de absoluto compromisso com a responsabilidade fiscal.”

Eduardo Leite elogiou seu último vice-governador, Ranolfo Vieira Júnior, e celebrou a chegada de Gabriel Souza à chapa. Para finalizar, o político pediu respeito, tolerância e responsabilidade administrativa para sua nova atuação.

A posse de Lula contou com passagem simbólica da faixa. Lula mencionou seus mandatos anteriores, afirmou que busca acabar com o teto de gastos e trazer crescimento econômico de forma sustentável, com participação do povo. O presidente mencionou também a pandemia da Covid-19, chamou a gestão de Bolsonaro durante o ocorrido de “negacionista, obscurantista e insensível à vida”, e declarou intenção de responsabilizar os culpados. No entanto, também afirmou que não tem “ânimo de revanche”.

Em seu discurso, Lula afirmou: “nunca os recursos do Estado foram tão desvirtuados em proveito de um projeto autoritário de poder. Nunca a máquina pública foi tão desencaminhada dos controles republicanos. Nunca os eleitores foram tão constrangidos pelo poder econômico e por mentira disseminadas em escala industrial”.

Após a recusa do ex-presidente Jair Bolsonaro de passar a faixa, a cerimônia simbólica foi realizada por 8 pessoas representativas do povo brasileiro. Entre elas, estavam a cacique Raoni Metuktire, ativista da causa indígena, e Ivan Baron, que é ativista pela causa anticapacitista.

Morreu nosso Rei Pelé. “Eu nunca pensei que ia ser grande”, afirmou Pelé em entrevista exclusiva à imprensa em 2020. Edson Arantes do Nascimento, que morreu aos 82 anos, na quinta-feira, 29 de dezembro, em São Paulo, não foi apenas grande. A morte do Rei Pelé nos resta lamentar e viver da saudade de sua arte futebolística. Uma pessoa humilde e completa em todos os sentidos. Foi o “Rei do Futebol” em todos os tempos. Mesmo aposentado, ganhava mensalmente em publicidade, mais do que qualquer atual jogador famoso do mundo.

O que restou ao povo brasileiro é confiar nos novos governantes. Que pelo menos cumpram o que prometeram!

Texto: João Sibirino

Adaptação: JM


 


bottom of page