• Redação JM

Cavalarianos de Santa Cruz do Sul realizaram parada para descanso na propriedade da família Fuchina

Sabe-se através da história, que Santa Bárbara do Sul em tempos remotos foi ponto de parada para tropeiros e carreteiros.

Devido sua ótima localização geográfica e hospitalidade de seu povo, a Rainha das Coxilhas continua atraindo cavalarianos que passam pela região em cavalgadas e procuram fazer suas paradas no município.

Na quarta-feira (21), grupo de cavalarianos escolheram a “terrinha” para fazer parada.

Na propriedade da família Fuchina, integrantes do Grupo de Cavaleiros da Integração, da 5ª Região Tradicionalista, de Santa Cruz do Sul-RS pararam para descansar.

Segundo Luiz Carlos Back, coordenador do grupo, a centelha da Chama Crioula foi acesa em Tenente Portela e será conduzida até Santa Cruz do Sul-RS, num trajeto de aproximadamente 415km em 18 dias.

Luiz Back relatou ainda que o grupo tem 34 anos de fundação e realiza a condução da centelha há 25 anos. Em todas as edições, é primeiro realizado reconhecimento do percurso e já com três meses de antecedência escolhidos os lugares para descanso. Santa Bárbara do Sul foi escolhida como ponto de parada, pela logística, hospitalidade da família Fuchina e espaço que há para os cavalos descansarem no campo. Falou também que o grupo é formado por 30 componentes, destes, 19 estavam participando da cavalgada, 14 como cavalarianos e 05 na equipe de apoio. A cavalgada da Chama Crioula tem como principal objetivo, levar uma centelha da Chama Crioula para abertura da Semana Farroupilha em Santa Cruz do Sul, integrando as entidades tradicionalistas e comunidade. A cavalgada é realizada desde 1995, onde também são incluídas atividades sociais, ecológicas e pedagógicas, como palestras sobre tradicionalismo, temas relacionados à cultura gaúcha e plantio de árvores nativas por onde o grupo passa.

Os cavalarianos chegaram à propriedade da família Fuchina na tarde de quarta-feira (21) e retornaram à cavalgada na manhã de hoje (23), rumo à Comunidade de Nova Trípoli em Colorado, onde farão pernoite e seguirão para Santa Cruz do Sul-RS.

Luiz Fuchina falou à reportagem JM da satisfação de receber pela segunda vez os cavalarianos na propriedade da família. Relatou ainda que já com antecedência componentes do Piquete Cavaleiros da Integração haviam solicitado guarida na propriedade, a qual a família concedeu com maior carinho. Ainda disse que é uma alegria receber homens que cultivam a tradição do Rio Grande do Sul e trazem consigo valores já extintos na sociedade.

Segundo Luiz Fuchina, é uma satisfação poder contribuir com os cavalarianos que tanto labutam para manter acesa a “chama” da tradição no Rio Grande do Sul.

Na oportunidade, a família Fuchina entregou lembrança talhada em MDF para os cavalarianos. Eles repassaram para Luiz Fuchina e família quadro com o roteiro da cavalgada em 2019.


  • Ícone do Facebook Branco
  • whats
  • whats
  • email
  • email

Gráfica e Editora Minuano Ltda / Jornal Minuano

Diretor: João Sibirino
Dpto. Comercial: Edi Rejane Mentz 

Redação/Design: Vitor Fernando Lirio e Luciane Schneider
Entregas / Cobranças: Álvaro Gerlack

© Criado por Jornal Minuano

 Av. Eduardo de Brito, 467 - Santa Bárbara do Sul-RS - CEP 98.240-000 - Tel: (55) 3372-1221 - WhatsApp: (55) 99161-5059

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do Jornal Minuano.