• Redação JM

Colheita do trigo em Santa Bárbara do Sul

Na sexta-feira, 29 de outubro, a reportagem JM acompanhou a colheita do trigo na propriedade de Henrique Pezzini, área localizada ao lado da BR-285, próxima ao Auto Posto Tres, em Santa Bárbara do Sul.

De acordo com o operador da máquina, Ezequiel, que é parceiro de colheita, respondeu pelo amigo e proprietário que não se encontrava no local no momento, dizendo que foram cultivados 120 hectares, variedades Audaz, Codetec e Aton.

A produção em média é 55 sacas por hectare considerada boa, devido ao excesso das últimas chuvas houve pequena queda de grãos.

O valor da saca no dia estava sendo comercializado acima de R$ 80,00 é considerado satisfatório. O trigo está sendo entregue nas empresas do município.

Já a cultura da soja que inicia nos próximos dias, a área destinada será maior e se espera excelente safra.

Você sabia?

O trigo é um dos cereais mais cultivados em todo o mundo e um dos mais antigos consumidos pelo homem, visto que foi produzido na Babilônia e no Egito da época dos faraós. Em um dos relatos mais antigos trata do cultivo do trigo há cerca de 6000 anos, na Babilônia.

A cultura do trigo está ligada à mudança do modo de vida do homem, de nômade para sedentário. Ao longo do tempo, esse cereal tem sido associado à prosperidade, fertilidade e felicidade. É usado como amuleto desde a Antiguidade. No Egito, o trigo foi vinculado ao renascimento e por essa razão era colocado nas tumbas para garantir a sobrevivência dos mortos no além.

O trigo transforma-se em farinha que é usada para fazer o pão, um dos principais alimentos da humanidade. Segundo a Wikipédia “o pão é alimento elaborado com farinha, geralmente de trigo ou outro cereal, água e sal, formando massa com consistência elástica que permite dar-lhe diversas formas”. O pão levedado, um dos tipos em que a massa é assada. Tem espaços com ar, pois é preparado acrescentando-se à massa levedura ou fermento.

Nas Escrituras, a palavra pão é associada a Jesus, o Cristo, considerado o “pão da vida”, pois assim como Ele, o grão de trigo quando cai na terra necessita primeiro morrer para depois gerar a vida que abençoará a quem dele comer. Sem a morte do trigo não existiria a vida.

Para atrair mais fartura e prosperidade para seu lar, use um ou mais molhos de ramos de trigo seco na decoração de sua casa. Você pode fazer enfeite apenas de trigo, ou, então, pode acrescentar ao arranjo outros elementos, como flores e folhas. Mas o enfeite feito com o trigo deve ficar ou de frente para a porta de entrada de sua casa ou, então, em um outro lugar de destaque. Renove os ramos de trigo desses enfeites anualmente, para sempre manter as energias de fartura e prosperidade em seu lar.

Texto e fotos: João Sibirino

Adaptação: Jornal Minuano