top of page
  • Redação JM

Doença que pode atingir a todos!

O câncer é uma doença democrática. Ele não escolhe raça, cor, religião, idade, etnia nem sexo. Hoje em dia é comum ouvirmos histórias de pessoas que têm ou já tiveram câncer. Segundo estimativas do INCA - Instituto Nacional do Câncer para este ano são esperados meio milhão de novos casos.

Por que tantas pessoas têm câncer? O câncer continua sendo uma das doenças mais prevalentes no mundo devido a fatores de riscos externos como sol, tabaco, álcool, obesidade, sedentarismo, irradiação, produtos químicos e fatores genéticos que predispõem o aparecimento. Outro responsável para o aumento dos casos de câncer é a desinformação. Ainda há quem, de tanto temor, nem pronuncie a palavra câncer, exatamente como acontecia décadas atrás.

Para a psico-oncologista e especialista em Bioética, presidente do Instituto Oncoguia, Dra. Luciana Holtz, “estar informado é fundamental. Compreender a importância da informação é o passo seguinte e é o que pode acarretar uma mudança de atitude, ou seja, fazer com que as pessoas assumam uma postura mais ativa e comprometida com a sua própria saúde. Em outras palavras, você tem que saber que se descoberto precocemente o câncer de mama pode ser curado, e tem que fazer a sua parte, ou seja, ir ao ginecologista e fazer a mamografia de acordo com a sua idade. Assim, você está informada, fazendo a sua parte e está totalmente comprometida com o seu bem-estar, com a saúde!”.

Antigamente, todos os esforços da medicina se voltavam, exclusivamente, para o tratamento das doenças. Novas drogas e técnicas cirúrgicas altamente complexas foram surgindo, objetivando não apenas a cura do paciente, mas também a sua qualidade de vida. Nesse sentido, a medicina preventiva também teve grandes avanços. Hoje já se sabe que, algumas enfermidades, como o câncer, quando detectadas em fase inicial, podem ser eliminadas sem deixar sinais.

De acordo com o INCA, o câncer de pele diagnosticado precocemente pode ser curado em 100% dos casos. O câncer de próstata tem possibilidade de cura em mais de 90% das vezes se for descoberto ainda no início. Já o câncer de mama, quando descoberto precocemente tem 95% de chances de cura. Mesmo diante deste panorama de número de casos de câncer, é possível destacar algumas notícias animadoras.

Atualmente, os check-ups estão mais precisos, rápidos e capazes de revelar grande número de informações úteis para os médicos, diagnosticando o problema precocemente. Exames extremamente modernos podem apontar nódulos com menos de 1 cm, proporcionando tratamentos menos tóxicos, mais certeiros e pouco invasivos, ao mesmo tempo que são tratados os sintomas indesejados da doença e também os efeitos colaterais provocados pelo tratamento.

O medo é comum diante de possível diagnóstico de câncer, mas ele não pode lhe paralisar, impedir que você busque ajuda na hora certa. Hoje existem procedimentos novos para o tratamento do câncer que não estavam disponíveis há anos. Tratamentos esses que tem como finalidade a cura e acima de tudo oferecer melhor qualidade de vida ao paciente.

É importante que cada um faça sua parte procurando ajuda!

Texto: João Sibirino

Adaptação: JM


 


bottom of page