• Redação JM

Ele se foi, o prefeito Bobi nos deixou!

Perdemos mais que um prefeito, acima de tudo uma grande pessoa, parceiro e amigo.

O município e a comunidade de Saldanha Marinho estão de luto, faleceu na segunda-feira (14), o prefeito João Élcio da Fonseca (Bobi), vítima de AVC, seguido de parada cardiorrespiratória. Estava internado na UTI do Hospital de Caridade de Carazinho, desde sábado (05), respirando com dificuldade através de aparelhos. Chegou a dar sinais de vida e esperança a todos, mas não resistiu e veio a óbito lamentavelmente.

Nossos sentimentos de pesar aos familiares, amigos, aqueles que depositaram seu voto de confiança nele e seus companheiros de partido.

Bobi, como era carinhosamente chamado pelas comunidades saldanha- marinhense e santa-barbarense.

Bobi era uma pessoa querida, alegre, sorridente, descontraída, comunicativa, simpática e acessível a todas as camadas sociais, certamente fará muita falta na comunidade. Sempre achei que pessoas carismáticas, cheias de virtudes, têm mais benesses a oferecer, deveriam permanecer muito mais tempo entre nós.

Deus está no comando de todas as coisas e de todos nós, por isto resta nos lamentar e acreditar que o Senhor reservou um lugar melhor para ele com certeza.

O prefeito João Élcio da Fonseca tinha muitas ideias e diversos projetos a serem executados para a comunidade saldanha-marinhense. Meus sentimentos também ao vice-prefeito Adão Julcemar Altmeyer, além de perder o grande amigo deverá contar com o apoio do secretariado e a solidariedade da família do prefeito Bobi, para dar continuidade aos projetos e realizações idealizados em campanha pelos dois.

À família do prefeito Bobi, nosso profundo sentimento de aconchego, amizade e respeito, sabemos que são pessoas muito queridas na comunidade, certamente receberão o carinho de todos. Que Deus os conforte nos momentos de angústia e dor.

Bobi, descanse em paz, querido irmão e amigo, meu coração está transbordando de tristeza e compaixão. Até um dia!

Texto: João Sibirino

Adaptação: Jornal Minuano