top of page
  • Foto do escritorRedação JM

Empresa iniciou limpeza do terreno da Cesa em Santa Bárbara do Sul

A Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente acompanhou na terça-feira (07), serviço de limpeza do terreno da antiga Cesa em Santa Bárbara do Sul.

A área da Companhia Estadual de Silos e Armazéns - Cesa encerrou suas atividades no município em 2012, de lá para cá, os moradores aguardam por destino ao terreno avaliado em mais de um milhão de reais, que inclusive já foi a leilão por três vezes, mas não foi arrematado.

Entulhos, moegas abertas, vidros quebrados, vegetação alta, animais peçonhentos e insetos são algumas das reclamações, principalmente de quem mora perto. O local, inclusive, é ponto de usuários de drogas, o que causa insegurança à comunidade.

O presidente do Poder Legislativo de Santa Bárbara do Sul, vereador Paulo Sérgio Gonçalves - Pika encaminhou ao Ministério Público ofício de informação, assinado também pelos demais vereadores da Casa Legislativa, sobre a preocupante situação de abandono, descaso e perigo iminente da unidade da Companhia Estadual de Silos e Armazéns - CESA, localizada na Rua Serafim Ribas, nº 251, Bairro Aparecida, em Santa Bárbara do Sul.

Em janeiro, o presidente do Conselho de Administração da Cesa Sérgio Luiz Valmorbida, acompanhado do diretor administrativo Leonardo Kramer do Prado estiveram em Santa Bárbara do Sul, onde se reuniram com o prefeito Mário Filho, vice-prefeita Marivane Kuhn, secretário de Agricultura e Meio Ambiente Marco Túlio Magalhães Rosito e assessor Jurídico Adelar Pazinato, para falar sobre a situação da sede da extinta Companhia, desativada há uma década.

Neste primeiro momento, a empresa contratada pela Cesa fará a limpeza do local, posteriormente, mas ainda sem prazo, será efetuado o cercamento do terreno.

Texto: Portal Assinck/Bruna Assinck/Jornalista MTB 19316/RS


 


Comentários


bottom of page