top of page
  • Foto do escritorRedação JM

O Brasil deverá tornar-se o maior exportador de farelo de soja do mundo!

As exportações do agronegócio brasileiro em maio somaram US$ 16,78 bilhões, 11,2% mais que em igual mês de 2022 e novo recorde. Nunca as exportações ultrapassaram US$ 16 bilhões em um único mês, considerando-se toda a série histórica iniciada em 1997, destacou o Ministério da Agricultura.

Com o recorde, a participação do agronegócio nas exportações totais brasileiras alcançou 50,8%. Em soja grão, as vendas totalizaram US$ 8,13 bilhões, resultado também recorde para o mês. As vendas externas de farelo de soja foram destaque, com US$ 1,43 bilhão (+32,0%).

No acumulado do ano, janeiro a maio, as exportações do agro somaram US$ 67,3 bilhões, crescimento de 5,8% na comparação com o mesmo período em 2022. Entre os destaques que mais contribuíram para o desempenho favorável estão os recordes em soja em grão, farelo de soja, frango e carne suína em valor e quantidade, recorde de milho e açúcar em valor, celulose e óleo de soja, recordes em quantidade.

A expectativa do ministério é de que em 2023 o Brasil se torne o maior exportador de farelo de soja do mundo. Em maio, o produto registrou recorde em valor (US$ 4,76 bilhões) e quanto (8,84 milhões de toneladas).

O Ministério da Agricultura informou, na noite de sexta-feira (23), que dois novos focos de Influenza Aviária de Alta Patogenicidade (IAAP, vírus H5N1) em aves silvestres foram detectados no Brasil. No total, há 46 casos da doença em aves silvestres no País. De acordo com o ministério, há outras seis investigações em andamento, com coleta de amostra e sem resultado laboratorial conclusivo.

As notificações em aves silvestres não comprometem o status do Brasil como país livre de IAAP e não trazem restrições ao comércio internacional de produtos avícolas brasileiros, conforme prevê a Organização Mundial de Saúde Animal (OMSA).

Mais um motivo para o governo incentivar a produção agrícola no Brasil. A humanidade é movida por alimentos e alguém tem que produzi-los. A população está crescendo no mundo!


 


Comentários


bottom of page