top of page
  • Foto do escritorRedação JM

Revivendo o Carnaval do Barro em Santa Bárbara do Sul

O Bloco Chopana foi criado em 1984 por amigos e familiares. Mas, em 1985, os integrantes do bloco resolveram criar uma brincadeira diferente, o “Carnaval do Barro”.

Os foliões do Bloco Chopana se embarravam em lagoa próxima à BR-285, em Santa Bárbara do Sul, pelo motivo de curar a ressaca, surgindo assim a brincadeira do Carnaval do Barro. Também diziam que o barro fazia bem para a pele.

Essa tradição foi realizada por muitos anos, ganhando espaço, que era chamado de “Barródromo no conhecido Campo do Cometa”, no Bairro Aparecida. A Administração Municipal preparava o campo para que quando o bloco chegasse fazer a folia. Nesse dia, vinham pessoas de vários lugares para assistir e até inclusive outros blocos participavam da brincadeira.

Quem viveu essa história jamais esqueceu, pois durante o evento havia o batizado dos blocos estreantes, Rei Momo, Rainha, prefeito, crianças e até mesmo a brincadeira do pau de barro. Essa atração se realizava todo domingo durante a semana do Carnaval.

No domingo (19), para reviver essa história, um dos fundadores do Bloco Chopana e do Carnaval do Barro, Paulo Sérgio Gonçalves (Pika) e o componente Jeferson Luis Tonon (Nego) retornaram à lagoa, que há 38 anos deu origem a essa brincadeira.

O Carnaval do Barro em Santa Bárbara do Sul, foi muito comentado durante anos por foliões da região e até mesmo em outras cidades do Estado, sendo conhecido internacionalmente.

Desde 2017, não é mais realizada esta tradição, de acordo com a Administração Municipal.

A reportagem JM falou com um dos fundadores, Paulo Sérgio Gonçalves “Pika”, que relatou como foi bom reviver o passado euforicamente e uma boa dose de nostalgia pela história.

Fonte: Paulo Sérgio Gonçalves (Pika)

Fotos: Integrantes do Bloco Chopana e Bruna Assinck


 


Comentarios


bottom of page