• Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

Gráfica e Editora Minuano Ltda / Jornal Minuano

Diretor: João Sibirino
Dpto. Comercial: Edi Rejane Mentz 

Redação/Design: Vitor Fernando Lirio e Luciane Schneider
Entregas / Cobranças: Álvaro Gerlack

© Criado por Jornal Minuano

 Av. Eduardo de Brito, 467 - Santa Bárbara do Sul-RS - CEP 98.240-000 - Tel: (55) 3372-1221 - WhatsApp: (55) 99161-5059

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do Jornal Minuano.

  • Redação JM

Santa-barbarenses visitaram Israel, a Terra Santa

Na tarde de sexta-feira (07), esteve na redação JM Ivone Cattani. Ivone falou à reportagem JM sobre viagem que ela e suas amigas Zélia Costella, Sinara Utzig e Marlise Pezzini, realizaram a Israel entre 23 de novembro e 04 de dezembro.

Ivone, vem através desta publicação apresentar narrativas que viveram na terra de Jesus, pois tem o desejo de compartilhar com os leitores do JM a emoção ímpar de ter pisado onde Jesus pisou.

Ivone relatou que é tudo muito lindo. Ela e suas amigas vivenciaram a história de Jesus, que aconteceu há mais de dois mil anos.

Falou ainda que apesar da seca, o país é muito rico em tecnologia. As planícies são muito produtivas, pois através das tecnologias, conseguem irrigar o solo. Disse também, o que mais lhe chamou atenção foi saber que naquele local foi o início da espécie humana, com relatos de mais de cinco mil anos de história, comprovados por registro e pela arqueologia.

Ficaram abismadas com as visitas nos lugares da passagem de Jesus, montanhas, vales, Rio Jordão, Mar da Galiléia e Mar Morto, que tem esse nome, pela grande concentração de minerais.

Apaixonadas pela história do local e pelo enredo da vida de Jesus, Ivone e suas amigas visitaram o túmulo de Jesus, que é uma pedra tombada e nunca foi encontrada. Visitaram ainda, mesquitas, sinagogas e lugares especiais, como o local onde foi proferido o Sermão do Monte, registrado em Mateus Capítulo 5.

A partir de 1963, João Paulo II assinou acordo, para que todos tivessem acesso aos lugares santos, independente da religião.