top of page
  • Redação JM

Unidade da CESA desativada em Santa Bárbara preocupa a população

A CESA - Companhia Estadual de Silos e Armazéns é uma empresa governamental de armazenagem das safras do Rio Grande do Sul. Mantém sua sede administrativa em Porto Alegre e várias unidades pelas cidades do RS.

Santa Bárbara do Sul possui uma unidade que está totalmente desativada desde 2021, com área de 24.392,75m2 localizada na Rua Serafim Ribas, nº 251, no Bairro Aparecida e está preocupando a população.

O vereador Paulo Sérgio Gonçalves (Pika) propôs aos vereadores do município visita nesta unidade, na quarta-feira, 30 de novembro, sendo acompanhado pela vice-prefeita Marivane Kuhn, alguns moradores do Bairro Aparecida e imprensa, Jornal Minuano e Rádio Blau Nunes, onde se depararam com muitos buracos, lixos em diversos lugares, moegas abertas de grande profundidade, além de roupas, vasilhames, vidros quebrados e água parada, tanto na parte interna quanto externa, o que torna a situação preocupante. Também, diversos usuários de entorpecentes que utilizam o local pela noite, preocupando ainda mais os moradores do bairro.

Diante de tudo isto, além de se originar situação de risco aos moradores, podem também surgir vários insetos e com o passar do tempo ameaçar a saúde da população.

A CESA já foi a leilão duas vezes e não foi vendida. Na quarta-feira (07), aconteceu outro leilão, que novamente não teve licitante. A leiloeira aguardará se será formulada proposta para levar ao conhecimento do processo. O leilão aconteceu por Pietoso Leilões de Porto Alegre.

Na terça-feira (06), a reportagem JM entrou em contato com o diretor administrativo da CESA/RS, Leonardo, o qual informou que a unidade de Santa Bárbara do Sul está em processo de leilão. Caso não houver interessados, deverão ser tomadas as providências de limpeza, conservação e segurança do local.

Que a comunidade do Bairro Aparecida ajude ao avistar qualquer invasão ou entrada de pessoas não autorizadas e denuncie às autoridades locais. A partir daí, o local será monitorado.

O maior interesse seria que tivesse comprador, mas infelizmente não houve.


 


bottom of page