• Redação JM

Bobi foi eleito prefeito pela primeira vez em Saldanha Marinho

Bobi tem 56 anos, é casado, tem ensino médio incompleto e declara ao TSE a ocupação de agricultor. Ele tem patrimônio declarado de R$ 322.199,61. O vice é Adão Julcemar Altmeyer, do PDT, que tem 56 anos. Os dois fazem parte da coligação Saldanha Marinho Pode Muito Mais, formada pelos partidos PDT, MDB e PTB.

Bobi: Por que quer ser prefeito?

Para buscar progresso e desenvolvimento do município. Para que Saldanha Marinho cresça ainda mais com a intenção que seja destaque a nível regional.

Selmo Damiani: Por que quer ser prefeito?

Sei que estou preparado para governar o município de Saldanha Marinho.

A reportagem JM entrevistou o prefeito eleito Bobi - João Élcio da Fonseca do MDB e vice Adão Julcemar Altmeyer do PDT.

Agradeceu os eleitores de Saldanha Marinho que confiaram nele e isto é uma responsabilidade muito grande. Ele sempre dizia que gostaria de ganhar pelo dobro do que o ex-prefeito Gilnei obteve ou seja dois votos, mas venceu por diferença de quarenta e seis votos.

“Nas visitas que fazíamos, as pessoas diziam que a administração nossa seria um divisor de águas para Saldanha Marinho. Nós vamos buscar fazer uma administração que realmente o povo esteja do nosso lado. Trabalhar para as pessoas que realmente precisam, vamos correr atrás de mais investimentos, emprego, saúde, educação e oportunidade para a população do município. A diferença da campanha anterior para esta é que desta vez tivemos o apoio maciço do PDT, PTB de pessoas a partidárias e também de pessoas das quais a sigla está no poder, mas elas estão descontentes. Certamente, estes apoios foram decisivos. Agradeço muito a eles pela confiança em mim e diziam que eram filiados, mas iriam me apoiar por isto a responsabilidade é maior ainda. Vamos trabalhar pelo povo de Saldanha Marinho, para o município, não estou dizendo que não foram feitas coisas boas, sim foram feitas bastante coisa boas, mas nós queremos fazer muito mais para o desenvolvimento e crescimento de Saldanha Marinho. Meu pai está doente é uma situação complicada até porque eu nem pude levar ele para votar e isto me deixou muito triste. Mas paciência, vida que segue, estamos torcendo pela recuperação dele e em breve estará junto de nós. Agradeço minha irmã Rosângela que segurou a barra cuidando do nosso pai. Agradeço também minha família, Rafael, Lucas e Ana Lídia que estiveram sempre ao meu lado durante a campanha.”

O vice-prefeito eleito Adão Julcemar Altmeyer cumprimentou a comunidade de Saldanha Marinho e disse da grata satisfação de poder desta vez concorrer a vice-prefeito. “Também que nós fizemos coligação de três partidos, mas a maior coligação foi com o povo de Saldanha Marinho. Fizemos uma campanha limpa, sem bater em ninguém, porque não precisamos disso. Nós temos um plano de governo. Nós temos projetos. Nós temos vontade de mudar algumas coisas em Saldanha Marinho. Fomos de casa em casa pedir votos e fomos bem recebidos pelas pessoas e queremos dizer para comunidade que esta vitória não é de Bobi e Julcemar. Esta vitória é do povo saldanha-marinhens. É da militância que está do nosso lado, por isto nós queremos que esta vitória representa o progresso e o desenvolvimento deste município. A partir de janeiro, juntamente com Bobi, o povo pode ter certeza que vamos trabalhar unidos porque merece. Este povo precisa de alguém que trabalhe com amor e carinho pela comunidade, por isso digo muito obrigado Saldanha Marinho pela oportunidade e por esta grande conquista”.

A carreata aconteceu na Avenida Silva Tavares e em algumas vilas da cidade.




  • Ícone do Facebook Branco
  • whats
  • whats
  • email
  • email

Gráfica e Editora Minuano Ltda / Jornal Minuano

Diretor: João Sibirino
Dpto. Comercial: Edi Rejane Mentz 

Redação/Design: Vitor Fernando Lirio e Débora Menezes
Entregas / Cobranças: Álvaro Gerlack

© Criado por Jornal Minuano

 Av. Eduardo de Brito, 467 - Santa Bárbara do Sul-RS - CEP 98.240-000 - Tel: (55) 3372-1221 - WhatsApp: (55) 99961-4408

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do Jornal Minuano.