top of page
  • Foto do escritorRedação JM

Agosto Dourado!

De janeiro a dezembro, as campanhas de conscientização colorem o calendário da saúde, com causas defendidas por entidades e organizações não governamentais. O calendário colorido da saúde surgiu com o objetivo de conscientizar a população sobre o perigo de algumas doenças, incentivar a prevenção e o tratamento dessas enfermidades. Não existe um calendário oficial estabelecido sobre a cor de cada mês. O mais importante para que uma cor seja realmente adotada é a divulgação.

Ou seja, quanto maior for a divulgação, maior a chance de a cor ficar fixada na mente do público. Todas essas campanhas mensais servem de alerta tanto para prevenção das doenças, quanto para abertura de debates sobre elas, conscientização e educação do público, e troca de experiência entre as pessoas. De um tempo para cá, elas têm se tornado muito importantes, principalmente quando se trata da prevenção. Servem para alertar tanto os profissionais de saúde quanto a população.

Entre as cores deste mês, uma se destaca: Agosto Dourado - Aleitamento Materno.

A cor dourada foi escolhida porque o leite materno é definido pela OMS como “padrão ouro” e na terça-feira (1º), foi comemorado o Dia Mundial da Amamentação.

O aleitamento materno é a estratégia que isoladamente mais previne mortes em crianças menores de cinco anos. O leite materno é superior a qualquer outro nessa fase da vida, pois é alimento completo que possui todos os nutrientes que o bebê precisa, sendo de mais fácil digestão.

Além de alimentar o bebê, o leite materno possui anticorpos que o protegem contra diversas doenças, como diarreia, infecções respiratórias e alergias. Para a criança, o aleitamento materno reduz o risco de diabetes, hipertensão, hipercolesterolemia e obesidade na vida adulta, favorece o crescimento cognitivo e o desenvolvimento da face e da fala, bem como da respiração. Para a mãe, fornece vantagens como proteção contra câncer de mama e diabetes tipo 2, além de fortalecer o vínculo entre ‘mãe e filho’.

Amamentação é um direito garantido por lei!

“Todas as mães têm o direito de amamentar seus filhos. No trabalho, em casa e até quando estão privadas de liberdade, elas têm direito a alimentar o seu filho no peito. O aleitamento materno é também um direito da criança. Segundo o Artigo 9º do Estatuto da Criança e do Adolescente, é dever do governo, das instituições e dos empregadores garantir condições propícias ao aleitamento materno.”

O ato de proteger e amamentar garante à criança troca de energia, amor e cuidados, que no futuro serão essenciais para fortalecer e estabelecer vínculos afetivos fundamentais para o desenvolvimento humano!

Por Tânia Rodrigues


 


Commenti


bottom of page